Corações de Brownie-Cheesecake























Brownie é delicioso, cheesecake também, juntos então nem se fala! Parece difícil de fazer, mas é muito fácil! Fica bonito e é de comer e chorar por mais! E assim se termina de forma perfeita o jantar de São Valentim!


Corações de Brownie-Cheesecake:


Brownie:

2/3 copo de farinha de aveia;
1/2 copo de açúcar demerara;
uma pitada de sal;
1/4 colher de chá de bicarbonato de sódio;
1/2 copo de cacau;
1 ovo;
1/2 copo de iogurte grego natural;
3 colheres de sopa de leite;


Cheesecake:

1/2 copo de açúcar demerara;
2 ovos;
200gr de queijo creme;
1 copo de iogurte grego natural;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
1 colher de sopa de polvilho doce (ou maizena);


Topping:

125gr de morangos congelados;
1 colher de chá de açúcar demerara (opcional);

Com alguma antecedência prepara-se o topping de morango colocando os morangos num tachinho com o açúcar e deixa-se cozer durante alguns minutos. Retira-se e esmaga-se os pedaços de morango com um garfo. Deixa-se arrefecer. Prepara-se então o brownie colocando numa taça os ingredientes secos e numa tacinha os ingredientes líquidos (mistura-se bem os líquidos). Junta-se o preparado líquido ao preparado seco e mistura-se com uma colher de pau. Verte-se numa forma 20x20cm forrada com papel vegetal, espalha-se bem a massa (a massa vai ficar espessa mas é mesmo assim). Entretanto prepara-se o cheesecake colocando numa taça os ovos com o açúcar e bate-se com a batedeira até ficar um creme bem fofo. Junta-se o queijo creme e bate-se novamente. Depois junta-se o polvilho e o extrato de baunilha e bate-se mais uma vez. Por fim junta-se o iogurte grego e envolve-se com uma espátula. Verte-se cuidadosamente por cima da massa do brownie para que o líquido do cheesecake não perfure o brownie (se for necessário recorram a uma concha para facilitar). Coloca-se um pouco do topping de morango aqui e ali por cima do cheesecake, faz-se um marmoreado com o auxílio de um palito. Vai ao forno pré-aquecido a 170º durante 20 minutos. Reduz-se a temperatura para 160º e deixa-se ficar mais 15 minutos. Retira-se, deixa-se arrefecer ligeiramente antes de retirar da forma. Retira-se da forma e deixa-se arrefecer completamente. Corta-se em quadrados ou em forma de coração!

Rende 9 quadradinhos

Couscous Marroquino











Lembram-se da receita de couscous com hortelã que vos mostrei aqui? Pois é, sobrou. Precisava de acompanhar os bifes de frango que vos mostrei no post anterior, mas não só não tinha couscous suficientes, como também não me apetecia estar a comer os mesmos couscous. Depois de dar umas voltas no frigorífico decidi transformar os simples couscous que haviam sobrado num acompanhamento cheio de cor, cheio de sabor e a condizer com o frango marroquino. Ficou bom que se farta! Não se desperdiçou nada e ainda se transformou um acompanhamento que só dava para 2 num acompanhamento para 4! Isto é o que se chama comer bem e barato! Assim se fez uma viagem de forma tão simples e económica! E digam lá se não ficou uma refeição bem simpática para uma ocasião especial?!


Couscous Marroquino:

100gr de couscous já preparado (redon);

pimento vermelho, amarelo, laranja, verde q.b.;
1 cenoura grande;
1 cebola roxa média;
metade de 1 courgete pequena amarela;
metade de 1 courgete pequena verde;

5 colheres de sopa de grão-de-bico cozido;
2 colheres de sopa de sultanas pretas;
1 colher de sopa de amêndoa laminada tostada;

1 colher de sopa de azeite;
2 colheres de sopa de sumo de limão;
raspa de limão;
uma pitada de alho em pó;
meia colher de chá de cominhos em pó;
meia colher de chá de coentros em pó;
uma pitada de canela;

Pica-se os pimentos, a cenoura, a cebola e as courgetes, salpica-se com azeite e uma pitada de sal, dispõe-se num tabuleiro sobre papel vegetal e vai ao forno durante 20 minutos. Retira-se e junta-se aos couscous juntamente com o grão-de-bico, as sultanas e a amêndoa. Mistura-se. Faz-se o molho juntando os restantes ingredientes. Verte-se sobre os couscous e envolve-se muito bem. Serve-se de imediato.

Nota: a quantidade total de pimentos que usei equivalia a 1 pimento inteiro. Caso preparem o couscous de raiz, não se esqueçam de juntar um pouco de açafrão em pó, hortelã e salsa frescas picadas.

Rende 4 doses

Bifes de Frango à Marroquino











O dia dos namorados está próximo e é sempre simpático não deixar que passe em branco! Certo é que namorar deve ser todos os dias (mal seria se assim não fosse), mas estas datas servem para nos alertar caso andemos distraídos! E não falo de comprar prendas pindéricas, nada disso! Já sabem que eu reprovo a parte do consumismo. Ir comer fora pode ser uma boa solução para alguns casais; confesso que eu não acho graça! É uma ocasião para viver a dois, com romantismo e cumplicidade e acho que isso é tudo o que não se consegue ter num restaurante cheio de pessoas! Por isso optamos sempre por comer em casa e gosto de preparar uma refeição mais requintada (mas simples e sem complicações). Nesse dia também se quer uma comidas mais afrodisíacas e por isso o picante e algumas especiarias são uns excelentes aliados. Eu não gosto de picante, o meu marido adora, por isso tento sempre encontrar um meio termo! Frango é sem dúvida uma das carnes mais apreciadas cá em casa (como já devem ter reparado é das comidas que mais publico)! Eu acho que é como o bacalhau, fica bem de qualquer maneira. Ainda por cima é uma carne mais saudável e muito mais fácil e rápida de cozinhar. Contudo, é preciso variar na forma como o cozinhamos e nos temperos que usamos para que não pareça sempre a mesma coisa. Gosto de especiarias, embora eu ache que devem ser usadas nas quantidades certas. Basta uns pozinhos a mais para estragar um prato. Não gosto nunca que as especiarias se sobreponham aos alimentos que estamos a comer. Acho que a comida deve ser bem temperada mas sem exageros. Gosto de sabores que nos façam viajar e nos transportem para outras paragens. Vi o que havia disponível e decidi "viajar" até Marrocos! Saiu um frango tenro, com aromas diferentes e "caliente" o suficiente para o dia em questão! E o melhor de tudo é que podemos aproveitar o fim de semana que antecede o São Valentim para arranjar os peitos de frango e deixá-los já temperados, assim quando chegar o dia é só grelhar.


Bifes de Frango à Marroquino:

4 peitos de frango;
1/4 chávena de azeite;
2 colheres de sopa de sumo de limão;
raspa de limão;
3 dentes de alho picados;
1 colher de sopa de gengibre fresco raspado;
1 colher de chá de cominhos em pó;
1 colher de chá de coentros em pó;
1 colher de chá de paprika em pó;
meia colher de chá de canela em pó;
meia colher de chá de açafrão em pó;
sal e mistura de 5 pimentas q.b.;
um raminho de coentros frescos picados;

De véspera, começa-se por arranjar os peitos de frango removendo os ossos (não desperdicem, guardem para fazer um caldo de galinha). Numa taça misture bem os restantes ingredientes. Coloque o frango num saco e regue com o molho. Retire o aro ao saco, feche, e agite bem para envolver o tempero nos bifes (reserve no frigorífico até ao dia que usar). Na hora de cozinhar, aquece-se bem a grelha (usei uma frigideira para grelhados) e grelha-se os bifes dum lado e doutro até estarem no ponto. Retira-se, polvilha-se com coentros picados e serve-se.

Nota: podem manter os bifes já temperados no frigorífico até 3 dias.

Rende 4 doses

Bolo de Iogurte











O bolo de iogurte é aquele clássico que nunca passa de moda! É um bolo simples, rápido de fazer, resulta sempre e é muito saboroso! Para além de ter a vantagem do sabor ser diferente consoante o iogurte utilizado. Certo dia fiz um bolo de iogurte e no mesmo instante pensei: "porque não fazer também uma versão saudável?". Assim foi! Baseei-me na receita que costumo fazer e adaptei usando farinha de espelta mas como queria torná-lo um bolo mais nutritivo acabei por usar também farelo de aveia. Substituí o açúcar refinado por mel e açúcar demerara e o óleo por óleo de coco, ambos os ingredientes em muito menor quantidade do que o normal, afinal a ideia era tornar o bolo mais saudável mas sem deixar de ser um bom bolo. A cor mais escurinha do bolo deve-se ao mel e ao açúcar demerara que têm uma cor mais douradinha. Não fiou tão fofo e grande como o original uma vez que levou pouquíssimo óleo de coco e também porque a farinha de aveia é uma farinha mais "densa", mas ficou muito saboroso, ligeiramente húmido e fresco! É um bolo perfeito para duas ocasiões do dia: lanche (que é como quem diz chá das 5) e pequeno-almoço! Sim, isso mesmo! De volta e meia não há problema (e sabe bem) comer uma fatia de bolo ao pequeno-almoço e este encaixa-se perfeitamente! Eu comi ao pequeno-almoço e soube-se pela vida!


Bolo de Iogurte:

4 ovos;
1 iogurte aroma morango;
meio copo de mel;
meio copo de açúcar demerara;
2 colheres de sopa de óleo de coco;
2 copos de farinha de espelta;
1 copo de farelo de aveia;
1 colher de chá de fermento royal;

Numa taça coloca-se os ovos com o açúcar e o mel e bate-se bem até ficar fofo. Junta-se o iogurte e o óleo de coco derretido e bate-se novamente. Por fim a farinha, o farelo e o fermento e mistura-se. Verte-se numa forma untada e polvilhada com farinha. Vai ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 25 minutos. Retira-se e desenforma-se. É ótimo simples mas pode ser acompanhado com compota de morango caseira e sem açúcar (receita aqui).

Nota: o copo utilizado é o copo do iogurte. Pode ser feito na bimby tal como o bolo de iogurte normal.

Rende 16 fatias