Vou ali... mas já volto!

Imagem retirada da net
(http://previews.123rf.com/images/expressiovisual/expressiovisual1305/expressiovisual130500086/19882269-GLASS-OF-LEMONADE-IN-BEACH-Stock-Photo.jpg)

Eu sei que ainda agora regressei! Mas preciso mesmo de agarrar esta oportunidade para ir de férias! Vocês não sabem, mas os últimos dois meses foram bastante complicados. O stress, a angústia, o cansaço imperaram por estes lados. Era suposto ter ido de férias no início de Julho. Não foi possível. Se não for agora, este ano não terei mais nenhuma oportunidade. E preciso mesmo de uns dias para descansar. Por isso peço desculpa a quem me acompanha diariamente neste cantinho, mas o blog também fará uma pausa. Não demoro!

Gelado de Iogurte e Banana



Um gelado simplesmente delicioso! Quem disse que os gelados na dieta são proibidos?!?!


Gelado de Iogurte e Banana:

1 iogurte natural açucarado; 
4 bananas congeladas; 
raspas de chocolate negro (opcional);

No processador coloca-se as bananas e o iogurte, tritura-se bem. Vai ao congelador alguns minutos para ganhar mais consistência ou então serve-se mesmo assim! Para ficar ainda mais guloso polvilha-se com raspas de chocolate negro!

Nota: já sabem que se quiserem poderão usar iogurte natural em vez de iogurte açucarado mas assim fica mais guloso! 

Gelado de Cereja e Banana



Depois de uma semana particularmente difícil e triste, nada melhor que um gelado para refrescar os ânimos. E para gastar as últimas e preciosas cerejas fiz um geladinho! Que grande chatice!


Gelado de Cereja e Banana:

8 cerejas;
1 banana;
1 iogurte natural açucarado;

Coloca-se tudo num processador e tritura-se bem. Leva-se ao congelador alguns minutos para ganhar consistência.

Nota: não têm obrigatoriamente de usar iogurte natural açucarado, podem optar por iogurte natural sem açúcar para que fique menos calórico. Eu opto por este pois embora queira fazer um gelado mais saudável, também quero que seja verdadeiramente delicioso!

Rubrica - Partilha o teu Testemunho - I

E hoje temos o primeiro testemunho desta nova rubrica. Trata-se da Clarinha do blog Receitas e Truques da Clarinha, que todos tão bem conhecemos. Agora falta-nos a história da sua perda de peso que podemos ler relatada pela própria:


"Fui contactada pela Elisabete, do blogue Cozinha sem Segredos para ver se queria dar o meu testemunho da luta contra o excesso de peso, no meu caso a minha luta contra a obesidade pois quando comecei esta caminhada não tinha uns quilinhos a mais mas sim muitos e muitos quilos a mais.
Então quem sou eu?
O meu nome é Bárbara Clara, mais conhecida como Clarinha por causa do meu blogue Receitas e Truques da Clarinha.
Ao longo da minha vida fui lutando desde cedo contra o excesso de peso e mais tarde obesidade. No inicio da minha adolescência eu era só gordinha mas sempre gostei de comer, cozinhar e sentia muita fome.
Andei em endocrinologistas desde cedo e aos 15 anos comecei a tomar medicação para a minha Tiróide pois foi me diagnosticado Tiroidite de hashimoto. Durante anos enganei-me a mim mesmo e coloquei sempre a culpa ao meu metabolismo mas na verdade tinha uma alimentação muito errada e sempre a variar dos 80 kg para os 95 kg. O descalabro do meu excesso de peso deu-se aos 27 anos, quando tive o meu filho e cheguei aos 120 kg. No ano de 2006  a seguir a ter o meu rapaz deu-se uma longa caminhada e comecei a ser seguida no Hospital Santo António nas Consultas de obesidade. Estas consultas são dadas por endocrinologista, nutricionista, psicóloga e mais tarde pelos cirurgiões.
Durante anos andei a tentar emagrecer mas sem nunca ter tido grandes resultados, primeiro porque não conseguia levar uma dieta rigorosa, segundo porque tinha muita fome. No ano de 2010, desafiada pela minha endocrinologista faço os exames para ser operada e colocar a banda gástrica mas os médicos não queriam mas sim fazer um bypass. Deixei me andar e arrastar ao máximo até ao dia que o meu anjo começou a fazer-me muitas perguntas. “Porque eu era gorda”, porque a minha família era toda redondinha”; “porque não emagrecia”; etc. Aquilo fez me um click e fui ter com a minha endocrinologista (que adoro), pois sabia que algo não estava bem e tinha de mudar, fazer algo e mudar. Após a consulta com o cirurgião e ter dito que ou era a banda gástrica ou não era nada sou operada a 27 de Outubro de 2010.
A razão pela qual não queria o bypass gástrico é a seguinte, este além de nos diminuir o tamanho do estômago, também diminui o intestino, mais propriamente a zona de absorção nutricional. Ou seja, com esta operação não é necessário estarmos tão atentas mas trás outros dissabores como termos que tomar constantemente vitaminas e sais minerais e muitas vezes por via  intravenosa pois não se esqueçam que não fazemos a absorção. Claro que em termos de resultados, obtém se melhores resultados e mais duradouros, se nos portar-mo-nos bem pois como os cirurgiões dizem não nos operam o cérebro.
A coisa que me lembro melhor foi que deixei de sentir a fome e consegui portar-me lindamente e superar as expectativas médicas pois os dados médicos indicam que uma banda gástrica só elimina até 50% do excesso de peso e eu perdi os 100% em uma ano.
Por ter tanto sucesso começaram me a pedir dicas e assim nasceu o meu blogue em Junho de 2012 pois acho que devemos tentar comer um pouco de tudo mas de uma forma equilibrada tendo em conta que não somos iguais e por isso algumas de nós só podem comer um doce sem culpa quando o “rei faz anos”. Claro que existe lugar para os pecados mas estes têm que ser comedidos e o mais saudável possível.
Claro que fiquei magra mas depois vieram os senãos: trocamos o excesso de peso pelas peles. E agora? Pois entretanto vieram as cirurgias reconstrutivas e fui trocando as peles por cicatrizes.
Este ano muita coisa mudou na minha vida e tornei-me diretora da minha sala de estudo, o que me fez esquecer o longo caminho que tinha percorrido mas se estivermos atentas voltamos à luta pois “Desistir Nunca”.
Com este testemunho quero-vos mostrar que nem sempre é possível emagrecer só com dieta e exercício mas isso não deve ser vergonha e devemos sempre pedir ajuda, que foi exatamente o que acabei agora de fazer, voltar para o ginásio, de forma a retirar de cima de mim os 20 kg que adquiri este ano com a abertura do meu negócio.
Beijinhos e não desistam pois tudo é possível,

Clarinha"




A Clarinha teve ainda a amabilidade de partilhar connosco fotos do antes e do depois:


                                               17/08/2010                                   Verão 2015


                                          22/08/2010                                     24/08/2011


          Surpreendente, não?! Agradeço desde já à Clarinha o seu testemunho. Se alguém quiser 
              colocar alguma questão está à vontade para fazê-lo na caixa de comentários abaixo! 

Gelado de Banana









Adoro gelado! Nunca compro pois gosto de ser eu a fazer. Assim faço os sabores que apetece e sei exatamente o que leva! No entanto tenho uma enorme dificuldade em esperar que um gelado fique pronto! Ainda por cima o gelado parece aquela sobremesa inofensiva, pois se ao contrário das sobremesas que apesar de serem frescas come-se um bocadinho e já ficamos enfastiados, com o gelado isso não acontece, apetece comer sem parar! Por isso no meu caso é imperativo fazer gelados (quase) instantâneos! E saudáveis, pois claro! E é aqui que entram os gelados de fruta! Congela-se a fruta que mais gostarmos e quando nos apetecer um geladinho é só triturar e já está! Fácil, fácil, fácil! Nos últimos tempos tenho usado e abusado destes gelados! O meu favorito é o de banana porque fica super cremoso! Até custa a crer que é só banana!


Gelado de Banana:

2 bananas congeladas;

É só colocar no processador, triturar bem e já está!

Nota: se acharem que está molinho demais podem colocar alguns minutos no congelador.

Pizzas de Beringela e Tomate





Esta é uma sugestão que se prepara de olhos fechado! Qualquer pessoa que não saiba cozinhar consegue fazer com a maior das facilidades! Serve de entrada ou até mesmo de refeição acompanhando com uma salada! Na verdade não são bem umas pizzas, mas que são boas, são! Usei tomate fresco em vez de molho mas quem preferir pode usar molho de tomate. Com esta receita participo na rubrica do mês de Agosto da Marta do Intrusa na Cozinha.


Pizzas de Beringela:

1 beringela;
1 tomate;
queijo da ilha ralado;
orégãos q.b.;

Corta-se a beringela em fatias redondas, tempera-se com um pouco de sal fino e grelham-se ligeiramente numa frigideira anti-aderente. Colocam-se num tabuleiro, dispõe-se por cima as rodelas de tomate (sem as sementes para não ficar aguado), polvilha-se com o queijo (não é necessário muito) e salpica-se com orégãos. Vai ao forno alguns minutos só até o queijo derreter. Serve-se de imediato.

Nota: pode-se substituir o queijo da ilha por um queijo light para cortar nas calorias.

Rubrica - Partilha o teu Testemunho


Quanto a vós não sei mas a mim, para além da alimentação e do exercício físico, também me faz bem ouvir outros testemunhos de quem está a passar pelo processo de emagrecimento. O excesso de peso e a luta para o combater é mais frequente do que se possa pensar. Por vezes queremos muito mas não temos força ou motivação suficiente para o alcançar. É por isso que acho os testemunhos de quem passa ou já passou muito importantes pois é uma forma de incentivar e de mostrar que quem quiser é capaz! Ainda por cima cada caso é um caso portanto a diversidade de testemunhos é sempre boa! Até porque nem sempre é preto no branco, por vezes há muitos obstáculos. E é por achar este tipo de partilhas importantes que a partir de agora haverá no blog uma nova rubrica: Partilha o teu Testemunho. Pois é! De volta e meia irei apresentar-vos o testemunho de pessoas reais que perderam ou estão a tentar perder peso. Por isso se alguém estiver interessado em participar partilhando a sua experiência basta que me contacte através do formulário do blog presente na lateral do blog.